Opções de materiais que podem ser usados para revestir os pisos | homify

Opções de materiais que podem ser usados para revestir os pisos

Ida Gaspar—homify Ida Gaspar—homify
Lisbon Heritage Eclectic style living room
Loading admin actions …

Quando se trata de pisos internos, há realmente uma panóplia de opções: azulejos, madeira, pedra, ladrilho hidráulico, cimento, microcimento, terracota, cerâmica… Enfim, as possibilidades são infinitas.

Existem vários critérios que nos permitem comparar as características de cada revestimento de piso, para ajudá-lo a escolher o que será mais adequado para um espaço específico na sua casa, partilhamos algumas dicas, do ponto de vista estético, facilidade de manutenção, robustez, resistência à água, entre outras.

Ora, acompanhe-nos!

1. Madeira

O piso de madeira é feito de madeira maciça. Polido, envernizado ou pintado pode ter vários tipos de acabamento.

Vantagens: a madeira maciça proporciona um visual único a um espaço. Confere mais calor e conforto. É um material bastante resistente , se for mantido adequadamente. Além disso, desempenha duas funções: ´é um regulador térmico pela sua capacidade de armazenar calor e a de um regulador higrométrico (absorve ou restaura a humidade do ar).

Desvantagens: Não é o melhor isolamento acústico, porque pode chiar ou rapidamente ser uma caixa de som: por isso, é necessário ter cuidado de colocá-lo perfeitamente, numa base de som. Por outro lado, é um material caro, devido à sua nobreza, pode se deformar, se não for usinado e instalado de acordo com as regras da arte. Preste atenção também ao fogo, se tiver uma lareira perto das primeiras ripas de madeira.

Divisões: ideal para sala de estar, sala de jantar e quartos.

2. PVC ou vinil

Feito de material plástico à base de petróleo—portanto de origem química—os pisos de PVC e vinil são, cada vez mais, usados pelo seu lado camaleônico: imitam a textura de todos os pisos existentes! Existem diferentes formatos: em ladrilhos, em tiras (instalação colada) ou em rolos (para instalação sem cola).

Vantagens: Simples de instalar, cabem em todas as divisões e oferecem um bom isolamento térmico e acústico. São, geralmente, resistentes a manchas, a riscos, a choques e são, também antiderrapantes. 100% à prova d'água, não temem a humidade, calor ou luz e são fáceis de manter. Outra grande vantagem é que estão disponíveis em várias cores e padrões.

Desvantagens: Esses pisos podem se deformar com o contacto direto do calor direto.

Divisões: ideal para quartos infantis, de brincar, escritórios, hall de entradas, cozinhas ou até casas de banho.

3. Carpete

A carpete foi um pouco deixada de lado, nestes últimos anos, mas parece que está a voltar a conquistar o mundo dos interiores. Existe em diferentes formatos, materiais, cores e padrões.

Vantagens: É fácil de instalar. A carpete é um isolante térmico e sonoro muito bom. Além disso, é um antiderrapante muito bom.

Desvantagens: manutenção difícil, resistência média ao desgaste e fica facilmente com manchas. Se não for bem cuidada, as poeiras e os ácaros irão acumular-se.

Divisões: evite espaços com grande passagem. Ideal para quartos.

4. Terracota

Os revestimentos em terracota são feitos com componentes naturais: argila, areia e água.

Vantagens: São bastante resistentes e são um bom isolante térmico.

Desvantagens: Os ladrilhos em terracota devem ser tratados e encerados para manter a sua beleza original. A manutenção pode ser complicada devido à porosidade dos materiais.

Divisões: Podem ser usados na cozinha, casa de banho ou lavanderia.

5. Azulejos

O azulejo pode ser apresentado em diferentes materiais: grés porcelanato, pedra ou terracota. Os mosaicos dão lugar aos grandes painéis, que são, hoje, mais populares. Do ponto de vista estético, os azulejos multiplicam os efeitos visuais e tornam-se os reis da imitação, já que conseguem ser similares a diversos materiais.

Vantagens: Manutenção fácil e bastante duradouro. Os ladrilhos não são combustíveis. Pode trazer inércia térmica para sua casa, um ponto interessante para conservar o calor.

Desvantagens: Os azulejos proporcionam uma sensação de frio ao toque e podem ser escorregadios.

Divisões: ideal para espaços que exigem boa higiene, como as casas de banho e cozinha.

6. Microcimento

Uma mistura de pó, mármore, cimento e areia fina—o microcimento permite criar uma atmosfera moderna e urbana.

Vantagens: resistente ao impacto, higiénico e fácil de manutenção. O microcimento adapta-se a qualquer espaço e retém o calor.

Desvantagens: Não é muito resistente à humidade e manchas,. É importante que este material tenha um tratamento repelente à água, para um acabamento perfeito.

Divisões: cozinha, salas, hall de entradas.

Leia ainda: Tendência – paredes em cimento polido e microcimento

7. Pavimento multicamada

É um sistema que se aplica em três camadas (multicamada): resina epoxi incolor Rapox® / Rapodur® e quartzo colorido de granulometria selecionada.

Vantagens: É um pavimento extremamente sólido. A rugosidade da superfície pode adaptar-se às necessidades do usuário. Bastante duradouro e impermeável à água.

Para mais informações acerca deste pavimento: clique aqui.

Divisões: pode ser usado na indústria, escritórios, salas ou quartos.

8. Pedra

Os pisos em pedra incluem granito, mármore, ardósia ou calcário.

Vantagens: A pedra é duradoura, ultra resistente, excelente visual e fácil de limpar.

Desvantagens: A maioria dos pisos de pedra precisa de ser tratada contra a água e manchas. Além disso, mármore e calcário não suportam produtos ácidos. Por serem revestimentos de qualidade, o seu preço pode ser alto. Além disso, são materiais pesados: preste atenção à resistência do piso antes de instalá-lo!

Divisões: Qualquer divisão fica impecável com pedra, porém, devido ao seu lado mais frio não é aconselhável em quartos.


Discover home inspiration!