Iluminação exterior - funcionalidade e valorização para a sua casa | homify

Iluminação exterior—funcionalidade e valorização para a sua casa

Elisabete Figueiredo—HOMIFY Elisabete Figueiredo—HOMIFY
Lisbon Heritage Eclectic style balcony, veranda & terrace
Loading admin actions …

Os exteriores das habitações humanas sempre se revestiram de uma importância elevada, desde tempos imemoriais. Satisfeitas as necessidade de abrigo e protecção do homem primitivo, ele começou a embelezar o mundo que o rodeava, mesmo que isso significasse apenas ter uma pequena área ajardinada ou uma simples horta familiar.

Esse impulso de melhoria da paisagem exterior das habitações conheceu níveis épicos através das eras, com algumas civilizações a serem exímias nesse campo. Os jardins gregos e romanos são exemplos bem conhecidos de exteriores maravilhosos, tratados e decorados para total conforto dos seus afortunados habitantes.

A iluminação de exterior sempre existiu de uma maneira ou de outra, com as tochas e as velas a permitirem o usufruto de terraços e jardins pela noite dentro, mas nas casas modernas a iluminação de exterior ganhou um protagonismo inusitado. Ela tem funções que transcendem a utilização do exterior, contribuindo efectivamente para a valorização do espaço e da própria construção.

Hoje na homify falamos de iluminação de exterior. Acompanhe-nos e saiba tudo sobre este tema!

Funções da iluminação de exteriores

A função de iluminar, permitindo a utilização as áreas exteriores quando já não há luz natural, foi com certeza o primeiro objectivo da iluminação de exteriores. Ela permite fazer um churrasco para o jantar, ler um livro ao fim da tarde, utilizar a piscina ou conviver com os amigos pela noite dentro. Mas rapidamente nos apercebemos das vantagens acessórias:

  • Melhora a segurança - iluminar as áreas anexas à casa permite torná-la mais segura para si e para os seus. Por um lado baliza e torna visíveis os obstáculos no caminho, salientando passeios, canteiros e maciços de árvores ou arbustos, desníveis e mudanças de pavimento, por outro ajuda a tornar visível qualquer tentativa de intrusão, sendo mais fácil de defender a casa.
  • Cria uma atmosfera especial, envolvente e acolhedora—na realidade a iluminação de exterior pode tornar o seu jardim ainda mais mágico, criando jogos de luz e sombra, contrastes intensos, numa encenação nocturna muito própria e agradável.
  • Valoriza a construção e a arquitectura paisagística envolvente—a iluminação exterior, jardim e casa, permite criar efeitos visuais belíssimos que vão realçar a beleza da construção e da área natural. Quando bem colocada, a iluminação exterior ajuda a esculpir os volumes da casa e a destacar elementos, como árvores, estátuas, lagos, outros, conferindo ainda mais beleza. Um bom projecto de paisagismo inclui sempre um excelente projecto de iluminação e já sabe como isso pode valorizar a sua casa no mercado.

Fazer uma boa iluminação exterior passa por escolher bem os elementos que a compõem e o seu posicionamento no espaço. De nada lhe servirá ter uma iluminação intensa se ela apenas incide sobre a parte estética, e nada fará pela valorização da sua casa se estiver apenas focada nas vias de passagem por exemplo.

Vamos falar um pouco das opções e do seu modo de funcionamento.

Iluminação de parede e tecto

A iluminação exterior de parede inclui toda a iluminação para fachadas e colunas de exterior, sendo maioritariamente composta por candeeiros tipo lanterna, fixados na parede, por apliques e semi-apliques, embutidos, e por focos. Este tipo de elementos de iluminação precisa de ser fixado por meio de parafusos e buchas. Normalmente são alimentados pela corrente eléctrica da instalação da própria casa, por cabos escondidos debaixo do revestimento. Se está a pensar em instalar este tipo de iluminação lembre-se de fazer desaparecer os cabos pois não há nada mais feio do que ver cabos pendurados na fachada de uma casa, para além dos óbvios problemas de segurança eléctrica.

Há também iluminação exterior suspensa, em tectos de terraços e pérgulas. Neste caso, as lâmpadas e luminárias estão mais protegidas dos elementos, mas mesmo assim os seus materiais devem ser resistentes, porque estão muito mais expostos no que interior. Os materiais mais utilizados para os candeeiros de parede e tecto em iluminação de exterior são o plástico PVC, o aço inoxidável e o ferro forjado.

Iluminação de pavimento

No que respeita a iluminação exterior de pavimento, os elementos mais usados são os focos enterrados, fixos ou orientáveis (manual ou automaticamente) e os projectores de halogéneo, de espetar no solo ou fixos. Há também a possibilidade de colocar a iluminação sob muretes baixos, embutida numa superfície de cimento.

Estes elementos podem ser dotados de detectores de movimento, sendo muito úteis na protecção da propriedade, ou detector crepuscular, acendendo automaticamente quando a luz do dia começa a desaparecer.

A iluminação exterior de pavimento é especialmente útil para demarcar áreas e caminhos de passagem em jardins e entradas, mas também para destacar a casa na vertical. Os materiais mais utilizados na construção são o PVC e o aço.

Iluminação decorativa

É na iluminação decorativa que a sua imaginação se pode espraiar mais, tendo à sua disposição inúmeros acessórios, desde lanternas e tochas, a candeeiros de pé. Mas não se limite a usar a iluminação para decoração!

Pense nesta iluminação como uma forma eficaz de criar um ambiente acolhedor, como neste terraço planeado pela TANGERINAS E PÊSSEGOS, e ao mesmo tempo de embelezar e personalizar os seus espaços de exterior. Pode também utilizar esta iluminação para criar mas luz num determinado local, como por exemplo colocar iluminação específica para criar um cantinho de leitura, com um sofá e um candeeiro de parede ou de chão. Tenha em atenção de que todos os elementos eléctricos que colocar num espaço exterior devem obedecer a critérios rigorosos de segurança e resistência, devendo ser rotulados pelos fabricantes como próprios para exterior.

Tipos de lâmpadas e alimentação

É importante saber que tipos de lâmpadas pode usar na iluminação exterior. Actualmente a iluminação exterior led é mesmo a mais procurada pela sua durabilidade e baixo custo. Estas lâmpadas duram muito tempo e consomem pouca energia, tornando-se ecológicas e muito económicas ao poupar cerca de 90% de energia e durarem mais de quinze anos. Mas há outras opções…

As lâmpadas de halogéneo economizadoras também apresentam um desempenho razoável, com cerca de 30% de economia em comparação com uma lâmpada incandescente clássica e dois anos de duração em média.

Há também as lâmpadas fluocompactas que lhe garantem até 80% de economia, com uma duração de 6 a 12 anos de duração de vida em média.

A energia mais utilizada ainda é a energia eléctrica da rede, mas actualmente há sistemas bastante completos, excelentes mesmo para jardins complexos, cuja fonte de energia principal ou exclusiva é a luz solar. Esta iluminação de exterior utiliza normalmente LED e painéis solares individuais ou comuns, que acumulam a energia durante o dia e se ligam ao anoitecer, poupando-lhe muito trabalho e dinheiro. Até há pouco tempo a iluminação exterior a energia solar estava confinada a alguns focos e candeeiros de espetar no solo com alimentação de energia individual, e proporcionavam geralmente uma iluminação bastante fraca, mas com a inovação têm vindo a aparecer sistemas muito melhores, com alimentarão comum por baterias a energia solar.

Um bom projecto de arquitectura paisagista vai garantir-lhe escolhas certas, com funcionalidade, poupança e estética, por isso não hesite em contactar um dos profissionais listados na nossa página!

Se ficou com vontade de fazer melhorias ao seu jardim, com iluminação, e quem sabe construir uma piscina antes do verão, inspire-se no artigo ’42 casas com jardim e piscina’.


Discover home inspiration!