Paredes de tijolo: um material resistente e intemporal | homify

Paredes de tijolo: um material resistente e intemporal

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
Santiago | Interior Design Studio Industrial style living room Grey
Loading admin actions …

O tijolo é, desde sempre, um material de referência na construção civil, artesanal e industrial e, embora tenha uma história antiga, foi durante a Revolução Industrial que surgiu em grande força. O início da produção em fábrica e em grandes quantidades levou a que o tijolo se tornasse mais barato, tendo-se generalizado por todo o mundo.

Porém, a certo ponto, as massas fartaram-se do material. Como consequência, durante um longo período da História, designadamente no pós-guerra, a sua produção e utilização foram, em grande parte, colocadas de lado para dar lugar a novos materiais como o aço e o betão, com o tijolo assumindo, progressivamente, uma função decorativa.

Foi nessa sua nova função e ao sabor de um revivalismo que vai surgindo cada vez mais nos nossos dias, que o tijolo se assumiu como um autêntico fenómeno da decoração. Fruto das suas características técnicas e visuais, este material, em tempos tão importante, oferece aos espaços laivos de antiguidade e um certo conforto e rusticidade. Ao mesmo tempo, é versátil o suficiente para ser incorporado em ambientes modernos.

Saiba mais sobre ele.

1. Vantagens e desvantagens

A utilização do tijolo, tal como a de qualquer outro material, acarreta vantagens e desvantagens, que devem ser tidas em consideração, quando se decide avançar para um projecto.

Trata-se de um material que, pese embora a sua resistência e durabilidade, surge como acessível a todo o tipo de bolso, o que, por si só, representa um combo de vantagens deveras importante. Ao mesmo tempo, as suas características fazem dele um bom material para isolamento acústico (cada vez mais importante, sobretudo nos grandes centros urbanos), versátil, atemporal e fácil de adquirir nos mais diversos tamanhos, tons e opções.

Por outro lado, e como não há bela sem senão, a utilização do tijolo obriga a uma manutenção regrada. Afinal de contas, estamos perante um material que se suja e mancha com facilidade e que necessita, regularmente, de protecção contra fungos e humidade. Para além disso, é importante ter em conta que o facto de a sua produção ser cada vez mais simplificada e barata pode ser uma desvantagem. A diversidade de tons e de tamanhos obriga, muitas vezes, a que a aquisição do material seja feita ao mesmo fornecedor de forma a garantir a homogeneidade do que se está a construir.

2. Tipos de tijolo

Existem vários tipos de tijolo no mercado que dão resposta às necessidades de cada comprador. Entre eles, destacaríamos os seguintes:

Tijolos comuns: são os tijolos mais utilizados na construção. Feitos a partir de argila cozida, são mais baratos do que as restantes opções, podendo ser furados ou maciços. Os primeiros são mais leves, mas mais frágeis e quebradiços, enquanto os segundos garantem maior resistência. Deve ter em conta que este tipo de tijolo não é estrutural, ou seja, não deve nunca ser utilizado na estrutura ou sustentação de uma parede.

Tijolos de vidro: são blocos transparentes muito procurados para a decoração pelo aspecto moderno e pelas características de transparência que podem manipular por completo o ambiente de um espaço. Apesar de resistentes, são utilizados única e exclusivamente para fins estéticos e não estruturais e podem ser encontrados no mercado em versões coloridas ou incolores, ideais para fechar ambientes sem impedir a passagem da luz. O seu preço mais elevado faz com que sejam utilizados, habitualmente, em menor quantidade.

Tijolo de argila: são tijolos feitos à base de água e de terra com acréscimo de materiais orgânicos. Apesar de ser um material ecológico, feito de forma quase artesanal e que não necessita do mais poluente processo de cozedura, este é um tijolo de menor resistência e que, por isso mesmo, se ajusta facilmente a espaços interiores e com uma função decorativa.  

Tijolos ecológicos: pode-se afirmar que estes tijolos são uma evolução dos anteriores (de argila). São, também eles, feitos de forma artesanal à base de terra e não necessitam de cozimento, mas possuem um reforço de cimento na sua composição o que os torna mais resistentes e aptos a serem utilizados em estruturas. São mais eficientes como isolador térmico e acústico, podem ser deixados aparentes e oferecem, pelas suas características, maior estabilidade estrutural, harmonia e uma beleza única. A aplicação do material não requer, necessariamente, uma mão-de-obra especializada. Ao erguer as paredes, não é necessária a aplicação de pilares e vigas, o que torna o processo mais simples. Além do mais, o seu formato com face lisa e duplo encaixe agiliza a inserção de fios da rede eléctrica, da televisão a cabo e do telefone por dentro dos tijolos.

Tijolos térmicos: os tijolos térmicos são feitos à base de cerâmica, mas reforçados para se tornarem resistentes a altas temperaturas sem nunca perderem as suas principais características e a sua resistência. São, por isso mesmo, o material ideal para utilizar em lareiras, fornos ou churrasqueiras.

Tijolos de isopor: numa altura em que se procuram, cada vez mais, soluções de construção ecológicas e alternativas, surge o tijolo de isopor, a designação simplificada para o poliestireno expandido (EPS). O tijolo de isopor reduz em cerca de 35% a necessidade de utilizar cimento e em aproximadamente 50% o uso de ferragens, podendo-se chegar a poupar até 20% ou mais no total da obra. O isopor usado em tijolos é diferente do isopor comum, sendo mais leve e resistente. O material é excelente como isolador térmico.

Papel de parede tijolo: se pretende renovar o aspecto da sua casa, mas não quer fazer obras nem ter muito trabalho, então opte por um processo mais prático, económico e simples, investindo num revestimento que imite os tijolos aparentes como é o caso papel de parede. A oferta disponível nas lojas é bastante alargada pelo que apenas necessita de escolher aquilo que melhor se ajusta ao seu espaço e gosto. 

3. Aplicações

O tijolo é um material resistente e versátil que pode, por isso, ter várias aplicações, estruturais ou decorativas. Destacaríamos as seguintes:

Construção de casas e edifícios: o aço e o betão são os elementos de construção que têm, hoje, mais popularidade. Porém, o uso de tijolos na construção não foi abandonado, embora este material tenha, cada vez mais, uma função decorativa, em detrimento da função estrutural de outrora.

Construção de muros em torno das casas: as moradias, por exemplo, devem ter algum tipo de vedação que circunscreva o terreno e reforce a segurança e a privacidade dos interiores. Os muros podem ser erguidos em tijolo, ficando totalmente opacos e oferecendo mais resistência do que uma vedação em madeira, em rede ou feita por via de plantas. Neste caso, pode-se usar um tipo de tijolo pequeno, mais harmonioso e apelativo.

No interior das casas: o estilo industrial, que nasceu em Nova Iorque, é tendência e sobressai, entre outras coisas, pelos espaços “rudimentares” onde as estruturas expostas contrastam com uma decoração sofisticada. No design industrial, os materiais da construção ficam expostos, sendo, por isso, comum ver betão aparente e paredes em tijolo. O tijolo pode ser deixado tal como é ou pintado de branco para se criar um ambiente mais leve. No caso de se optar pela exposição dos tijolos, deve-se favorecer a escolha de tijolo de barro maciço com qualidade e ter a certeza que este assenta perfeitamente no cimento para o aspecto final ficar clean e bonito. Com vista a prevenir o desgaste do material, aconselhamos a aplicação de verniz acrílico, resina ou silicone como acabamento.

4. Que profissionais lhe podem ser úteis?

Se está a pensar construir ou remodelar a sua casa, então não deixe de contratar um arquitecto. Este profissional sabê-lo-á aconselhar em relação aos melhores materiais para o projecto mediante o orçamento disponível. Ao consultar a nossa lista de arquitectos portugueses, coloque o seu código postal ou nome da área servida para afunilar os resultados.

Recomendado: Cozinhas com tijolo: 20 ideias espectaculares


Casas inHAUS Modern houses


Discover home inspiration!