14 ideias para criar um jardim bonito e pequeno em qualquer parte da casa

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
Pinheiros Camila Vicari Arquitetura da Paisagem Modern garden
Loading admin actions …

Não são precisos estudos que nos digam que ao cultivar um jardim estamos a colher benefícios para a nossa saúde e bem-estar mental. No entanto, podemos citar um realizado na Holanda que determinou que, em apenas meia hora no jardim, podemos reduzir significativamente os nossos níveis de cortisol (hormona do stress). Esta é vista como uma forma de meditação activa.  

O grande problema dos nossos tempos, principalmente nas cidades, é que os apartamentos são tão pequenos que a existência de um jardim torna-se bastante difícil, uma vez que imaginamos a necessidade de ter um grande terreno para o fazer. A boa notícia é que para ter um jardim bonito não é necessário muito espaço. Neste livro de ideias, poderá ver que existem outras alternativas que lhe permitem ter o jardim dos seus sonhos. 

Tome nota e aproveite o fim-de-semana.

1. Instale detalhes que marquem a diferença

Existe uma variedade de vasos tão grande como de plantas. Uma grande ideia para resolver o problema do espaço reduzido é a de incorporar pequenos vasos na área escolhida para criar o seu jardim. Coloque-os directamente na parede a diferentes alturas, use ganchos e adornos de ferro ou, se preferir, coloque-os sobre uma mesa estreita. Aproveite cada canto livre do seu pátio ou terraço. Encha a área de vitalidade e verá que conseguirá um bonito jardim sem necessidade de muito espaço.  

Ao regar as plantas comece pelas que estão colocadas mais acima, assim a água que cair escorrerá também para os vasos de baixo, ajudando a poupar tempo de trabalho e água. Outra dica interessante é trazer dos seus passeios os mais bonitos vasos de barro que conseguir encontrar, conseguindo assim dar um toque rústico ao seu espaço.

2. Delimite a área com diferentes materiais e coloque aqui as suas plantas preferidas

Todos temos um espaço em casa onde nos podemos sentar e descansar em paz, desfrutando de uma boa paisagem e do seu sossego. Para acrescentar mais vida e um toque natural a essa zona, coloque seixos de rio ou gravilha numa das esquinas, delimitando-a previamente e complemente com diferentes plantas e vasos.

O trabalho do jardim não precisa necessariamente de ser sujo e pesado: plante as plantas em vasos que podem ser substituídos, movidos e limpos de forma fácil e, se pretender, coloque um prato por baixo de cada vaso, evitando que a água com que vai regar passe para o piso. O pior que pode acontecer é que se volte a apaixonar pelo seu espaço e seja levado a varre-lo um par de vezes extra por semana. 

3. Construa uma floreira de tijolo ou cimento no seu terraço

Ter um jardim de pedra e madeira pode ser suficiente, uma vez que assim não só aproveita o seu espaço como ainda evita gastos adicionais na sua manutenção. Pode ter todas as suas plantas favoritas em vasos feitos com tijolo, ladrilho ou madeira, desde que o planeie de forma a que a água e as raízes não estraguem o material. Escolha plantas de baixa irrigação e que gostem de sombra e, para que as coisas sejam feitas na perfeição, consulte um especialista que o ajude com o seu projecto.

4. Uma ideia mais simples e prática é impossível

Procure um canto ou espaço adequado ao ar livre, preferencialmente num terraço de sua casa ou corredor iluminado. Coloque três vasos iguais ao lado uns dos outros com bonitas e frescas árvores (ou arbustos) que oferecerão à sua casa harmonia, aconchego e um toque verde de natureza. 

É certo que o cultivo de árvores e arbustos em vasos requer mais cuidados do que directamente na terra, uma vez que possui muito menos solo. Ainda assim não precisa de se preocupar em demasia. A primeira coisa a fazer é encontrar um substrato de qualidade e mistura-lo com fibra de coco. Depois encontre o equilíbrio perfeito entre a luz solar, a irrigação e o enriquecimento da terra e lembre-se que os arbustos com flores necessitam de mais sol do que os outros. 

Procure plantas que possam ser plantadas em vasos grandes e que se adaptem ao clima da sua zona.  

5. Organize o chão do seu terraço com pedras e madeira, coloque plantas criteriosamente e conseguirá um espaço perfeito

Se possuímos um espaço maior não devemos sobrecarregá-lo com plantas e acessórios. Se o seu jardim é pequeno, tenha alguma moderação e não queira que ele tenha tudo ao mesmo tempo. Elimine os caminhos e percursos construídos (sendo um espaço limitado perdem todo o sentido) e escolha poucos elementos mas de forma criteriosa.

6. Vasos suspensos: há sempre espaço para eles

Ter um espaço onde as suas plantas estejam a diferentes alturas é um recurso que ajudará a criar ritmo no seu jardim. Esta é uma excelente ideia para romper com a monotonia e oferecer uma sensação de maior amplitude. Instale as suas plantas suspensas no alto de uma parede ou tecto e consiga um espaço com um aspecto natural e selvagem, no qual poderá circular sem correr o risco de estar constantemente a tropeçar em vasos e plantas. 

7. Outra opção: vasos suspensos e kokedama

Uma boa forma de aproveitar o espaço é através de plantas suspensas (como vimos anteriormente), já que são muito decorativas e servem para oferecer ar fresco ao ambiente. Existem vários materiais com que pode construir os seus vasos suspensos e, numa época em que o conceito de reciclagem cresceu tanto, qualquer objecto pode albergar uma planta. 

Regadores velhos, coadores de massa ou qualquer outro utensílio de cozinha que já não use, frascos antigos, latas, garrafas, garrafões, tubos de PVC, gaiolas, aquários, etc. Pode depois instala-los suspensos com corda, correntes metálicas ou outros materiais. Se é especialista em jardinagem, recomendamos que utilize a antiga técnica japonesa de Kokedama que traduzida de forma literal significa bola de musgo.  

Procure nos armários onde guarda tudo o que já não usa e encontre objectos que o inspirem. A única coisa que deve ter em conta é o estado do material e a irrigação que será fundamental para as plantas.

8. Uma área zen com plantas de tamanho proporcional ao espaço que tem disponível

Em jardins pequenos é um erro comum escolher plantas demasiado grandes para o espaço de que realmente se dispõe, o que além do factor estético pode ainda, fruto das suas raízes profundas,  afectar o saudável crescimento das restantes plantas. Uma máxima que deve seguir é a que nos diz que tudo deve ser feito a uma escala lógica. Opte por espécies de plantas de tamanho moderado e por uma disposição que permita que cada uma das plantas tenha o seu próprio espaço de crescimento e a sua frequência de rega.

9. Converta a sua sala num jardim interior

A tendência que vai causando sensação entre os arquitectos e paisagistas é uma contradição, já que jardim é, obrigatoriamente, uma zona sem telhado. No entanto, as tendências continuam a satisfazer os olhos e o espírito. 

Trata-se de uma fusão de espaços interiores da casa que não têm que estar necessariamente sem telhado e que resulta em ambientes muito atractivos. Na actualidade, os arquitectos e desenhadores procuram conectar os espaços exteriores com os interiores, de forma a criar uma sensação de maior amplitude e liberdade de movimento. 

Terá sempre que sacrificar algum espaço da sua sala, como por exemplo atrás do sofá ou em algum canto, para adornar com vasos ou, se for suficientemente ousado e quiser uma grande mudança na sua vida, com um jardim interior que exigirá maiores cuidados mas, ao mesmo tenho, lhe trará maior satisfação.

10. Aproveite o verde da natureza e combine-o com cores claras

Deve aproveitar todos os tons de verde que a natureza nos oferece e escolher uma ou duas cores mais para animar o espaço. Crie, por exemplo, combinações de verde com branco ou outros tons claros. Não se esqueça de coordenar a cor dos vasos com a das flores e da folhagem. O resultado será um jardim mais simples, moderno e elegante.

11. Vasos de cactos para qualquer espaço da casa

Está mais do que demonstrado que as plantas de interior ajudam a reduzir o stress e a purificar o ar, servindo também para dar um aspecto genial à sua casa. Para esta ideia necessita de muitos (sim, leu bem) muitíssimos vasos iguais que tragam um ar industrial ao ambiente. Estará a criar uma autêntica obra de arte. 

Como se se tratasse de guerreiros de barro, coloque os vasos em série e de forma uniforme para que à vista seja obtida uma onda de harmonia que será interrompida, apenas para torna-la mais agradável, por um conjunto de plantas. Recomendamos um conjunto de cactos, já que existem centenas de tipos diferentes que darão texturas e cores ao seu projecto. Acresce a tudo isto a grande vantagem de serem muito fáceis de cuidar.

12. Jardins interiores envidraçados

Como se se tratasse de uma vista para uma paisagem do campo ou de uma obra de arte, os jardim envidraçados dão a sensação de ter um pequeno Eden, já que poderá adaptar as condições do espaço para que estes seres vivos cresçam felizes. 

Se a zona onde vive é muito seca, enterre um pote de barro no chão para que esteja sempre a drenar água. Se é uma zona húmida, coloque madeira e espécies de plantas que sejam favorecidas pelo clima, como orquídeas e samambaias. Se o sol bater directamente na zona onde tem o jardim, procure plantas resistentes como a verbena, a lavanda, o gerânio ou as hortênsias. A única recomendação que temos para si é a limpeza frequente do vidro com utilização de vinagre ou de um produto contra fungos e mofo.

13. Debaixo da escada

Se a sua escada interior tem um excelente espaço para decorar com elementos naturais deve ter em conta, primeiro que tudo, quais as plantas que são ideais para crescer dentro de sua casa. Recomendamos as seguintes opções: heras, espadas de São Jorge, philodendron, clorofito e dragoeiros de Madagáscar. Pode também aproveitar a altura para adicionar palmeiras, arbustos, fontes e/ou esculturas.

Uma dica de limpeza: encha o chão com grandes pedras para que a terra não fique à vista e o espaço aparente sempres estar limpo e não exija muito manutenção.

14. Jardins em caixas de madeira

Para ter um jardim encantador, sem necessidade de grande manutenção, pode criar canteiros e colocar caixas de plantadores. Não há necessidade de passar décadas a planear, a construir e a reparar o espaço de plantação. As caixas de plantadores, ou mesmo recipientes de plástico, facilitam a jardinagem. 

Quer descobrir mais? Visite a nossa loja!

- Não pode criar um jardim sem a ajuda de um jardineiro


Discover home inspiration!