Truques de mestre para poupar na conta da luz

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

Truques de mestre para poupar na conta da luz

Mariana Garcia—Homify Mariana Garcia—Homify
Mediterranean style kitchen by homify Mediterranean
Loading admin actions …

Saber poupar é meio caminho andado para que as contas lá por casa desçam. Com ou sem investimento, temos hoje para si várias sugestões e dicas que lhe permitirão ter um orçamento familiar mais folgando, fazendo com que a sua factura de electricidade retire dele uma fatia mais pequena!

1. Desligue as luzes

Sempre que saiba que se vai ausentar durante um período grande de tempo de determinada divisão, é sinal de que não vai precisar das luzes acesas aí. Se assim é, porquê deixá-las acesas? Desligue-as assim que deixa o espaço!

2. Reguladores de intensidade

Conhece os reguladores de intensidade, certo? Aqueles botões que, para além de acenderem e apagarem as lâmpadas, permitem-nos regular a intensidade da luz que esta liberta. Se puder, instale-os nos vários candeeiros e divisões da casa, para que possa regular este aspecto, poupando assim alguns euros no fim do mês ao utilizar intensidades mais baixas.

3. Lâmpadas de baixo consumo

O que lhe sugerimos aqui é que troque as lâmpadas lá de casa por lâmpadas de baixo consumo. Neste caso, o investimento será um pouco avultado, mas compensará a poupança ao final do mês. Se ainda assim for um investimento elevado para o seu orçamento familiar, troque-as de forma faseada, começando pelos espaços onde costuma estar mais tempo quando precisa de luz artificial (cozinha, sala… ).

4. Evite deixar aparelhos em stand-by

O stand-by cria a ilusão de que os aparelhos não estão a gastar energia, mas mesmo que saiba que eles estão a gastar (ainda que pouca), não será melhor desligá-los completamente? Um pouco de energia aqui, outra ali e no final do mês a conta aumenta sem necessidade nenhuma!

5. Verifique a classe energética dos seus electrodomésticos

É um facto: nos dias que correm, é impensável não termos electrodomésticos em casa, quanto mais não seja aquele pack básico do frigorífico e a máquina de lavar roupa (também podemos incluir aqui o fogão, se for eléctrico). Até aqui tudo bem e não vamos estar a regressar ao passado onde não existiam estes aparelhos só para poupar na factura da electricidade, mas podemos estar atentos à classe energética dos aparelhos que compramos—as melhores são mais caras, mas no final vai compensar o investimento!

6. Evite abrir muitas vezes a porta do forno

Enquanto cozinha no forno, evite estar sempre a abrir e a fechar a porta do mesmo para que não haja perdas de calor—e consequente baixa de rendimento do electrodoméstico. O que acontece é que pode vir a precisar de mais tempo de utilização para recuperar a temperatura desejada. Desta forma, se abrir menos vezes a porta, o cozinhado vai sair mais económico.

7. Atenção à porta do frigorífico

frigorífico gasta imensa electricidade, mas não podemos viver sem ele. No entanto, podemos aprender a conviver com ele. Uma das coisas que pode aprender a fazer é evitar estar sempre a abrir e a fechar a porta, já que esta acção aumenta o consumo de energia do aparelho.

8. Seque a roupa no estendal

Bem sabemos o jeito que dá uma máquina de secar roupa, mas sugerimos-lhe que, sempre que possível, utilize o estendal (na rua ou dentro de casa) para secar a sua roupa. No entanto, se for mesmo necessária a utilização da máquina, opte por utilizá-la na carga máxima para evitar fazer várias máquinas mais pequenas.

Modern houses by Casas inHAUS Modern


Discover home inspiration!