12 erros que sempre cometemos em casas pequenas

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

12 erros que sempre cometemos em casas pequenas

Fernanda Maranha—homify Fernanda Maranha—homify
Misty Haven Villa Modern corridor, hallway & stairs by Savio and Rupa Interior Concepts Modern
Loading admin actions …

Quando se trata de maximizar o espaço em uma casa pequena, existem milhares de opções: aproveitar altura, instalar móveis sob medida, construir muros multifuncionais, utilizar cobogós entre outras coisas. 

Mas muitas vezes não observamos as virtudes do ambiente que está a nossa frente e cometemos erros que limitam mais ainda o pouco espaço que temos.

Neste livro de ideias listaremos 13 dos erros mais comuns que tendemos a cometer quando vivemos em uma casa pequena, e que podemos melhorar para fazer de cada cômodo e da moradia inteira um lugar amável, agradável, pleno e cheio de modernidade. Vamos lá!

1. Não misturar estilos

É fácil pensar que o estilo minimalista implica em eliminar qualquer detalhe decorativo e deixar apenas os moveis mais indispensáveis, mas uma boa alternativa é integrar detalhes contemporâneos para alegrar um pouco o ambiente. Você pode limitar-se a colocar um sofá e uma mesa de centro na sala, sem mais elementos, mas pode dar um pouco de cor com um tapete ou arte sobre a parede.

2. Não instalar móveis modernos, sob medida, nas paredes

No geral, compramos móveis de medidas padrão e tratamos de adaptar-los aos nossos espaços, sem lembrar que existem profissionais que se dedicam a desenhar e construir móveis sob medida, que podem se adaptar às paredes para deixar maior espaço livre ao centro e áreas de movimentação.

3. Não usar divisões leves e originais para separar ambientes

Outra opção para separar atividades dentro de uma mesma ala é integrar elementos verticais leves, que separem virtual ou materialmente, mas sem retirar espaço na casa. Essa técnica tem a virtude de poder criar diferentes ambientes a cada lado da divisória.

4. Não optar pelo estilo loft

O estilo loft é uma maneira de projetar e distribuir um lar alegre e casual, separando os espaços unicamente com o mesmo mobiliário e aproveitando a altura para criar cômodos e zonas de descanso.

Também é interessante aproveitar as texturas dos materiais de construção como ladrilhos ou blocos de concreto, deixar o cimento aparente e colocar móveis com ares vintage.

5. Não adaptar a televisão de maneira funcional

by homify

Quase sempre colocamos a televisão sobre um móvel, mas considerando que a tecnologia nos trouxe terlas muito finas e leves, podemos aproveitar para instalá-las em uma mureta divisória entre a sala de estar e de jantar, no alto de uma parede com uma série de fotografias, ou sobre uma lareira.

6. Não armazenar de forma inteligente

Minimalist bedroom by IK-architects Minimalist

Considerando que não podemos nos dar ao luxo de instalar muitos armários no comprimento e largura da casa, uma alternativa genial é criar um andar no quarto e aproveitá-lo para colocar gavetas, adaptar no armazenamento de uma bicicleta e instalar uma estante sobre a cama para guardar cobertores, por exemplo.

7. Não ousar e usar cortinas para dividir

Eclectic style living room by Sandra Dages Eclectic

Ao invés de usar divisórias fixas, de madeira aço ou qualquer outro material sólido, você pode usar cortinas. Procure tecidos agradáveis, com estampas atrativas, modernas ou vintage, caso prefira esse estilo.

Se quiser que as cortinas forneçam privacidade, escolha tecidos mais pesados, mas se quer apenas enfeitar e separar virtualmente, os tecidos leves são mais indicados.

8. Não integrar espaços de maneira criativa

Quando temos um mesmo espaço para abrigar a sala de estar, de jantar e a cozinha, tendemos a dividir cada área separando com os móveis ou construindo muretas falsas, que limitam a luz e a visibilidade.

Uma boa opção é integrar essas áreas utilizando o mesmo estilo em móveis, a mesma paleta de cores e ainda mesclar o mobiliário. Isso fará com que o espaço seja percebido como único e maior.

9. Não aproveitar o branco e a luz natural

Scandinavian style living room by homify Scandinavian

A luz natural é o melhor que se pode ter em uma residência. É ideal para enxergar, sem afetar o ambiente com a luz artificial, cria ambientes frescos, iluminados e aconchegantes e esquenta os espaços sem necessidade de calefação. 

Aproveite a luz natural que entra em casa utilizando cores mais claras na parede e teto, de preferência o branco, e verás que o resultado é uma ampliação do espaço e muita iluminação.

10. Não aproveitar as alturas

Eclectic style bedroom by AIDAHO Inc. Eclectic

Geralmente pensamos nas alturas como um espaço vazio e inútil, quando, na verdade, elas podem ser aproveitadas. Para maximizar espaços pequenos, mas altos, você pode construir estruturas multifuncionais como armários, áreas de estudo e, sobre elas, instalar a cama. O resultado é funcional e muito criativo!

11. Não maximizar espaço em cada canto

Modern corridor, hallway & stairs by Marion Rocher Modern

Cada espaço vazio, desde embaixo das escadas até a parte superior da cozinha, desde embaixo da pia do banheiro até a parede atrás das poltronas, tudo pode ser aproveitado para ampliar o espaço. Um armário instalado sobre a parede, simulando ser a própria parede, armários sobre a cozinha ou um móvel embaixo das escadas.

12. Não usar móveis dobráveis para economizar espaço

Por último, os móveis dobráveis são um recurso pouco utilizado, mas muito funcional. Se seu apartamento é do tipo studio, com apenas um cômodo, você pode ter um sofá, mesa de centro, área para televisão, um escritório, estante, cama e gavetas. Ao cair da noite, o sofá desaparece e a cama se faz presente.

Modern houses by Casas inHAUS Modern


Discover home inspiration!